Músculos do Abdome

MÚSCULOS DO ABDOME

Os músculo do abdome podem ser divididos em 4 regiões:

  • Região Ântero-Lateral
  • Região Posterior
  • Região Superior
  • Região Inferior
Região Ântero-Lateral   Região Posterior
Reto Anterior do Abdome
Piramidal do Abdome
Oblíquo Externo do Abdome
Oblíquo Interno do Abdome
Transverso do Abdome
  Quadrado Lombar
Iliopsoas
Psoas Menor
Região Superior   Região Inferior
Diafragma   Levantador do Ânus
Isquiococcígeo

Região Ântero-Lateral

1. RETO ANTERIOR DO ABDOME

Inserção Superior: Face externa e inferior da 5ª à 7ª cartilagens costais e processo xifoide

Inserção Inferior: Corpo do púbis e sínfise púbica

Inervação: 5 últimos nervos intercostais

Ação: Aumento da pressão intra-abdominal (Expiração, Vômito, Defecação, Micção e no Parto)

* Fixo no Tórax: Retroversão da pelve

* Fixo na Pelve: Flexão do tronco (+ ou – 30°)

2. PIRAMIDAL DO ABDOME

Inserção Superior: Linha Alba

Inserção Inferior: Corpo do púbis e ligamento púbico anterior

Inervação: 12º nervo intercostal

Ação: Tencionar a linha alba

3. OBLÍQUO EXTERNO DO ABDOME

Inserção Superior: Face externa das 7 últimas costelas

Inserção Inferior: ½ anterior da crista ilíaca, EIAS, tubérculo do púbis e linha alba

Inervação: 4 últimos nervos intercostais, nervo ílio-hipogástrico e ílio-inguinal

Ação:

* Contração Unilateral: Rotação com tórax girando para o lado oposto

* Contração Bilateral: Flexão do tronco e aumento da pressão intra-abdominal

4. OBLÍQUO INTERNO DO ABDOME

Inserção Superior: 3 últimas cartilagens costais, crista do púbis e linha alba

Inserção Inferior: Crista ilíaca, EIAS e ligamento inguinal

Inervação: 4 últimos nervos intercostais, nervo ílio-hipogástrico e ílio-inguinal

Ação: Idem ao Oblíquo Externo, porém realiza rotação do tórax para o mesmo lado

5. TRANSVERSO DO ABDOME

Inserção Posterior: Face interna das últimas 6 cartilagens costais, fáscia toracolombar, crista ilíaca e ligamento inguinal

Inserção Anterior: Linha alba e crista do púbis

Inervação: 5 últimos intercostais, nervo ílio-hipogástrico e ílio-inguinal

Ação: Aumento da pressão intra-abdominal e estabilização da coluna lombar

Região Posterior

1. QUADRADO LOMBAR

Inserção Superior: 12ª costela e processo transverso de1ª a 4ª vértebras lombares

Inserção Inferior: Crista ilíaca e ligamento ileolombar

Inervação: 12º nervo intercostal e L1

Ação: Inclinação homolateral do tronco e depressão da 12ª costela

2. ILIOPSOAS

Ilíaco

Inserção Superior: 2/3 superiores da fossa ilíaca, crista ilíaca e asa do sacro

Inserção Inferior: Trocânter menor

Inervação: Nervo Femural (L2 – L3)

Ação: Flexão de quadril, anteroversão da pelve e flexão da coluna lombar (30° – 90°)

Psoas Maior

Inserção Superior: Processo transverso das vértebras lombares, corpos e discos intervertebrais das últimas torácicas e todas lombares

Inserção Inferior: Trocânter menor

Inervação: Nervo superior e inferior do músculo psoas maior (L1 – L3)

Ação: Flexão da coxa, flexão da coluna lombar (30° – 90°) e inclinação homolateral

3. PSOAS MENOR (Geralmente está ausente)

Inserção Superior: Corpo vertebral de T12 e L1

Inserção Inferior: Eminência iliopectínea

Inervação: L1

Ação: Flexão da pelve e coluna lombar

Região Superior

1. DIAFRAGMA

Origem: Face interna das 6 últimas costelas, face interna do processo xifoide e corpos vertebrais das vértebras lombares superiores

Inserção: No tendão central (aponeurose)

Inervação: Nervo Frênico (C3 – C5) e 6 últimos nervos intercostais (propriocepção)

Ação: Inspiratório, pois diminui a pressão interna da caixa torácica permitindo a entrada do ar nos              pulmões, estabilização da coluna vertebral e expulsões (defecação, vômito, micção e parto)

Região Inferior

1. LEVANTADOR DO ÂNUS

O levantador do ânus em geral mostra uma separação em duas partes:
Pubococcígeo
– Iliococcígeo

Origem: Entre o ramo superior do púbis e espinha isquiática

Inserção: Cóccix, esfíncter do ânus e no ponto tendíneo central do períneo
Inervação: Plexo Pudendo (S3 – S5)

Ação: Suporta e eleva ligeiramente o soalho pélvico, resistindo à pressão intra-abdominal aumentada, como durante a expiração forçada

2. ISQUIOCOCCÍGEO

Origem: Ápice da espinha do ísquio e do ligamento sacroespinhal

Inserção: Margem do cóccix e na face lateral do sacro

Inervação: Plexo Pudendo (S4 – S5)

Ação: Traciona o cóccix ventralmente, suportando o soalho pélvico contra a pressão intra-                              abdominal

MÚSCULOS DO ABDOME
Vista Anterior – Camada Superficial
 
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.
MÚSCULOS DO ABDOME
Vista Anterior – Camada Intermédia
 
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.
MÚSCULOS DO ABDOME
Vista Anterior – Camada Profunda
 
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.
MÚSCULOS DO ABDOME
Iliopsoas
 
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.
MÚSCULOS DA ABDOME
Ação do Iliopsoas
 
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.
MÚSCULOS DO ABDOME
Vista Interna da Parede Posterior do Abdome
 
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

 

Teste seus conhecimentos