ANATOMIA DO SISTEMA  NERVOSO


1. Anatomia do sistema nervoso:

O sistema nervoso se origina à partir do tubo neural, o qual se divide em: prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. O prosencéfalo se divide em: dois telencéfalos e um diencéfalo. O prosencéfalo também dá origem ao olho (S.N.C.). Já o mesencéfalo e o rombencéfalo não crescem muito. Os dois telencéfalos crescem e cobrem o diencéfalo e o mesencéfalo, além de parte do rombencéfalo. Dessa forma, o encéfalo humano é formado, com dobraduras do telencéfalo; essas dobraduras são os giros ou circunvoluções do córtex cerebral.

2. Gênese e transmissão de sinais (SINAPSE):

O neurônio é uma célula excitável capaz de gerar um impulso nervoso que corre rapidamente pelos prolongamentos do neurônio. Quando chega ao final do prolongamento, há a liberação de neurotransmissores que irão excitar outra célula, concluindo assim uma transmissão de sinais, a Sinapse.

3. Macro e microambiente do sistema nervoso:

O cérebro não está colado no crânio, esse espaço é envolvido por três membranas, meninges, as quais contém o líquido encéfalorraquidiano ou licor. Este é responsável pelo amortecimento mecânico, também auxilia na alimentação do sistema nervoso.

4. Divisão do sistema nervoso:

A) Sistema sensorial: partes do sistema nervoso que recebe informações externas e internas. Um dos sistemas sensoriais mais importante é o visual. Os sistemas sensoriais são bastante complexos, entre eles também está o sistema auditivo e olfatório ... e o sistema somestésico, o qual engloba todos os sentidos do ser humano.

B) Sistema motor somático: sistema responsável pela transmissão da atividade motora das pessoas. Cada área do cérebro comanda um movimento das pessoas. Existem seqüências de movimentos que são transmitidas para o sistema motor e após a transmissão do sinal ser feita, o movimento é realizado.

C) Sistema homeostático: o hipotálamo fica na base do cérebro, ele é o comando geral da atividade visceral. O hipotálamo atua pelo sistema nervoso autônomo, o qual divide-se em duas porções: simpático e parassimpático; os quais realizam a circulação e o comando de toda atividade visceral.

D) Sistemas neuropsicológicos complexos: cada região do cérebro é responsável por uma atitude ou compreensão do ser humano . Esse sistema engloba a consciência do espaço externo de cada um.

5. Componentes e organização:

O tecido nervoso é formado basicamente por neurônios (células nervosas) e por células da glia ou neuroglia (estas não são células nervosas especificamente, elas dão as condições ideais para a boa atuação dos neurônios). Além desses componentes celulares existe também uma matriz extracelular, esta em pouca quantidade.

O neurônio tem três componentes principais:

 Corpo celular ou soma, contendo núcleo e citoplasma ao redor;

 Dendritos, prolongamentos com função de comunicação;

 Axônio, prolongamento com função de comunicação.

OBS: Existem também, os corpúsculos de Nissl, corpúsculos que se coram basicamente no citoplasma dos neurônios. Essa região corada, é composta por retículo endoplasmático rugoso e polirribossomos, essa constituição permite que o neurônio seja uma célula que esteja freqüentemente produzindo proteínas.

Os dendritos são prolongamentos que se bifurcam perto do corpo celular e são responsáveis pela recepção dos estímulos nervosos. Os dendritos possuem em sua estrutura retículos endoplasmáticos rugosos e ribossomas, os quais permitem o funcionamento isolado e independente do axônio. Para ampliar essa recepção existem gêmulas ou espículas que são locais de contato sináptico preferencial. Um neurônio que recebe muitos contatos sinápticos, possui várias espículas.

O axônio é um prolongamento único e longo, o qual se ramifica na sua ponta terminal. Essa ramificação é o responsável pelo contato sináptico - transmissão ou estímulos. Pode existir um ramo do axônio que retorna para o corpo celular, este chama-se axônio colateral. No axônio existe o cone de implantação, o qual é seguido pelo segmento inicial do axônio. Ele é sempre envolto por substâncias, chamadas células de Schwann e por uma bainha de mielina. A bainha de mielina que recobre o axônio não é contínua e apresenta uma densidade abaixo da membrana e igual ao do segmento inicial.

OBS: Num corte do axônio se vê componentes celulares. Mas não tem complexo de golgi, retículo endoplasmático rugoso e nem polirribossomos, por isso ele não tem autonomia para produzir energia e proteínas. O axônio através do transporte axonal retira as proteínas do corpo celular para o axônio e esse transporte também retira os restos e substâncias velhas do axônio, as mandando para o corpo celular. Existe um transporte lento (alguns milímetros por dia, são proteínas do citoesqueleto que são transportadas); e também existe um transporte rápido ( responsável pelo transporte de estruturas membranosas, isso tudo nos dois sentidos, i da e volta; as proteínas propiciadoras desse transporte axonal são: kinesina e dineína). A condução do impulso neuronal é do tipo, impulso saltatório. Essa condução ocorre devido a existência de uma bainha de mielina isolante e de regiões dos nodos de ranvier ,as quais são muito excitáveis e cheias de canais. Por essa estrutura é que a condução dos impulsos são saltatórias e muito rápidas.

6. Forma de organização neuronal:

A) Gânglios: (S.N.P.), aglomerado de corpos celulares de neurônios, com a glia ao redor, é revestido por uma capa de tecido conjuntivo. Os prolongamentos do tecido conjuntivo e dos dendritos formam os nervos. Ex.: gânglios espinhais, cerebrais e autônomos.

B) Núcleos: (S.N.C.), aglomerado de corpos celulares de neurônios, porém localizados nos seios da substância branca ( axônios e bainha de mielina). Não possuem cápsula de tecido conjuntivo, os núcleos são como subestações de transmissão do impulso nervoso.

C) Formações corticais ou córtex: áreas periféricas (geralmente), em que os neurônios estão organizados em lâminas, umas sobre as outras. O córtex do cérebro é o neocórtex ou isocórtex. Tem um tipo de córtex mais simples e mais antigo chamado de alocórtex (geralmente, presente em animais inferiores: só possui três camadas de neurônios).

D) Plexos: (S.N. Entérico), organização dos neurônios no trato gastro-intestinal, é formado por gânglios e grupos de axônios.


voltar



Copyright by Aula de Anatomia®.::.Todos os Direitos Reservados
Designed by Jonas Edison Wecker.::.jonas@auladeanatomia.com